VOCÊ SABE O QUE É HALITOSE?

Halímetro - exame para medir a halitose

Você já mediu grau da sua halitose?

 

Halitose é o nome científico do mau hálito ou bafo, que pode ter mais de 50 origens, porém, sabemos que em mais de 60% dos casos à origem está na boca.

Antes de mais nada,  halitose pode ser causada por doença periodontal  (como por exemplo as inflamações  gengivais conhecidas como gengivites ou quando mais grave periodontites),  presença de saburra lingual, diminuição da produção de saliva, higiene inadequada (o não uso do fio dental), próteses mal adaptadas, cáries e cáuseos amigdalianos.

Alem disso, halitose pode ser causas por:

Primeiramente por stress, afecções das vias aéreas superiores, cigarro, bebidas alcoólicas, fatores emocionais, ingestão de medicamentos, doenças sistêmicas (como diabetes), hipovitaminose, longos períodos de jejum, entre outras.

A princípio, muitas descobertas estão acontecendo, em tempos de coronavírus, uma vez que uma  por causa do uso na máscara,os pacientes observaram o mau hálito  e foi a procuro de solução aos consultórios.

Então neste blog vamos conversar um pouco sobre esse assunto que causa tanto constrangimento.

AS PESSOAS QUE TEM MAU HÁLITO, SENTEM  O MAU ODOR?

Não.  Pois como o cheiro ruim é constante, o Bulbo Olfativo (que é responsável por sentirmos cheiro) se impregna, e por fadiga olfativa (acostuma-se com o cheiro). 

COMO PODEMOS SABER SE SOMOS PORTADORES DE HALITOSE?

  •  Fazer auto-exame na língua e verificar se tem saburra lingual (camada esbranquiçada ou amarelada que se deposita no dorso posterior da língua) ,
  • Por outro lado, perguntar a uma criança (pois elas são geralmente muito sinceras) ou a alguém da sua confiança e
  • Consultar um cirurgião dentista capacitado para o tratamento de Halitose, pois este profissional tem meios de identificar o problema como, por exemplo, o uso do aparelho de medição chamada HALÍMETRO (demonstrado na foto abaixo), determinar as causas e eliminar o mau hálito.

POR QUE O ODOR RUIM?

Primeiramente, ocorre a liberação de enxofre, em forma de compostos sulfurados voláteis (CVS), responsáveis pelo odor bastante forte e extremamente desagradável. Portanto, estes gases podem ser quantificados medindo-se partículas por bilhão em um aparelho de alta tecnologia denominado e assim determina-se a intensidade do mau hálito.

TEM RELAÇÃO DA HALITOSE E PROBLEMAS ESTOMACAIS?

Antes de mais nada, a relação halitose e problemas estomacais é extremamente equivocada. O odor é proveniente da hipoglicemia, ou seja, longos períodos de jejum levam o organismo a procurar uma fonte de energia que não seja alimentos (carboidratos ou açúcares), assim, ocorre queima de gorduras armazenadas, originando gases provindos de ácidos graxos, que, exalados pelo pulmão, geram um odor bastante desagradável. Este é, por exemplo, o hálito da manhã, presente em 100% das pessoas, que, além de hipoglicêmicas, ainda tem reduzido o fluxo salivar. https://drauziovarella.uol.com.br/odontologia/mau-halito-a-culpa-nao-e-do-estomago/

VAMOS PREVENIR?

– Quem possui próteses removíveis ou totais deve limpá-las após cada refeição, utilizando, de preferência, uma escovação com escova e produtos especiais.

– Não utilizar soluções para bochecho que contenham álcool em sua composição.

– Evite intervalos superiores a 3 ou 4 horas entre as refeições.

– Beba de 2 a 3 litros de água (ou outros líquidos) por dia.

– Evite o consumo excessivo de alimentos com odor carregado.

– Evite o consumo excessivo de café e de bebidas alcoólicas, especialmente se você estiver estressado ou ansioso.

– Por ultimo,  visitar periodicamente o cirurgião-dentista; Boa higiene oral usando fio dental sempre.

AVALIE SEU HÁLITO

Em fim, o que você sabe se tem halitose?

(   )      Bebo pouco líquido

(   )      Costumo comer muita gordura e proteína animal ou comida muito temperada

(   )      Sou fumante

(   )      Uso enxaguatório bucal com álcool

(   )      Tomo bebidas alcoólicas com freqüência (mais de 2 vezes por semana)

(   )      Tenho intestino preso

(   )      Fico muitas horas sem me alimentar

(   )      Sou respirador bucal

(   )      Costumo roncar

(   )      Tenho diabetes

(   )      Sinto minha boca seca com frequência

(   )      Gosto ruim na boca, mesmo após escovar os dentes e me alimentar

(   )      Cheiro desagradável no fio dental após o uso em dentes do fundo

(   )      Não uso fio dental com freqüência

(   )      Tenho tártaro

(   )      Uso de aparelho ortodôntico ou tenho prótese fixa

(   )      Sangramento gengival com o fio dental ou com a escova de dentes

(   )      Placa esbranquiçada no fundo da língua (saburra lingual)

(  ) Ás vezes percebo pequenos flocos ou grãos de odor desagradável de cor amarelada ou branca (cáseos amigdalianos) expelidos de minha garganta

PORTANTO, SE MAIS DE 5 ITENS MARCADOS, PROCURAR UM CIRURGIÃO-DENTISTA

 

CONDICIONAMENTO EM TER HALITOSE

(   )      Não falo de perto; desvio o rosto ou ponho a mão na boca para falar

(   )      Costumo utilizar balas, chicletes ou outro recurso para mascarar meu hálito

(   )      Preocupo-me muito com a reação das pessoas no que se refere a meu hálito

(   )      Deixo de expor uma ideias ou falo menos por medo de estar com halitose

(   )      Acho que tenho mau hálito, embora nunca alguém tenha confirmado isso.

FONTES:https://drauziovarella.uol.com.br/odontologia/mau-halito-a-culpa-nao-e-do-estomago/,colgate.com.br/…/what-is-halitosis-occasional-bad-breath-or-a-chronic-problem-0514

 

WhatsApp chat