Cuidados com os Pés do Idoso

Podologia na terceira idade ou podologia geriátrica visa os aspectos preventivos à saúde dos pés da pessoa idosa e tem por objetivo amenizar alterações nos pés o que faz com que o idoso adquira algumas limitações funcionais, causadas ou agravadas pelo processo de envelhecimento.

Primeiramente de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), idoso é todo indivíduo com 60 anos ou mais.

O Brasil tem mais de 28 milhões de pessoas nessa faixa etária, número que representa 13% da população do país.

E esse percentual tende a dobrar nas próximas décadas, segundo a Projeção da População, divulgada em 2018 pelo IBGE.
Segundo Dr. Alexandre Kalache, médico brasileiro autoridade internacional em envelhecimento e longevidade, o envelhecimento saudável se sustenta em três pilares:

1. Qualidade dos relacionamentos interpessoais;

2. Saúde;

3. Reserva financeira.

Quero falar sobre o item saúde. Mais precisamente sobre a saúde dos pés: ela é importantíssima para o bem-estar do idoso.
Isso porque os pés sustentam o corpo, permitindo um maior grau de independência.

Esse é frequentemente apontado como um dos principais fatores para a qualidade de vida na terceira idade.

Antes de mais nada a Podologia geriátrica visa os aspectos preventivos da atenção à saúde dos pés da pessoa idosa e tem por objetivo amenizar alterações nos pés, causadas ou agravadas pelo processo de envelhecimento, aprimorando pela melhora na qualidade de vida.

Frequentemente nota-se que uma alteração na deambulação em outras palavras o (caminhar), muito comum nos idosos, isso não gera só problemas físicos, mas também transtornos psicológicos, por exemplo: reclusão, irritação, depressão e baixa autoestima.

Ao mesmo tempo a marcha ou caminhar fica bem mais lenta, menos flexível e então surgem os auxiliares da marcha que são as muletas, bengalas e os andadores.

Acima de tudo precisamos entender que na terceira idade os pés sofrem alterações anatômicas como:
  • Ressecamento da pele;
  • Pele muito fina;
  •  Unha muito grossa (onicogrifose);
  •  Micose de unha (onicomicose).
Assim também, é muito comum o paciente idoso pode apresentar complicações, como:
  •  Obesidade;
  •  Doenças vasculares, arteriosclerose;
  •  Diabetes;
  •  Edemas (inchaço);
  •  Deformidades ósseas.

O tratamento de Podologia na terceira idade consiste em Podoprofilaxia (higienização), corte correto das unhas, as vezes lixamento, desbastes de calos e calosidades, correções das unhas em garras como órteses, orientação sobre o uso de calçados e meias específicas para a rotina de cada paciente.

Fonte: https://www.podosafe.com.br/pes-de-idosos
https://censo2020.ibge.gov.br/2012-agencia-de-noticias/noticias/24036-idosos-indicam-caminhos-para-uma-melhor-idade.html

WhatsApp chat