Limites

Limites, antes de mais nada, primeiramente vamos para definição, nos dicionários, limitar significa determinar limites, demarcar, restringir, estipular, formar fronteiras.

Como estipular limites, então?

Antes devemos acreditar que, em muitas situações, não percebemos o quanto nossos filhos precisam de alguém que os ame o suficiente para dizer não.

Quem o faz?

Alguém que, sem absoluta certeza, mas com mínimo de adequação e coerência, acredite, sem culpas, que, naquele momento, a criança ou adolescente têm que parar.

É fácil colocar limites então?

Apesar disso, esta será uma atitude difícil, com um alto preço emocional, mas será, antes de tudo, uma atitude de quem “ se importa” com o outro.

Contudo, é possível estabelecer limites sem provocar conflitos familiares?

Os limites estabelecem fronteiras, fundamentais para a definição de papéis e a organização de responsabilidades. Entre outras palavras, os limites promovem segurança e proteção.

Os conflitos, fazem parte do sistema familiar e não devem ser negados, podendo ser utilizados para o crescimento e o aprendizado de novas experiências.

Porque atualmente, tem sido tão difícil está tarefa aos pais?

Frequentemente os motivos são: culpa, insegurança, indefinição de papéis, agitação da vida cotidiana, excessos de compromissos, influência de amigos e meios de comunicação.

Apesar disso, que comportamento esperar dos pais ?

Estes necessitam acreditar no papel de autoridade e cumprir sua função de forma firme, clara e comprometida com o desenvolvimento global, deste individuo.

Por outro lado, frequentemente ficam confusos, inseguros, frente as atitudes e caminhos a serem seguidos, não sabendo como orientar seus filhos, o que proibir ou permitir.

Em contra partida, esquecem que conversar com seus filhos e tomarem decisões compartilhadas entre eles, une e promove o crescimento e a harmonia de todos.

Todavia, se os limites não forem trabalhados de maneira correta pelo responsáveis deste individuo.

Este individuo não terá clareza de seus limites na vida familiar, não terá na vida social e tão pouco no ambiente escolar.

Motivo este que pode ser a chave para a resposta de muitos problemas de aprendizagem e comportamento.

Em suma, educar em síntese pode nos deixar “Entre o prazer de dizer sim e o dever de dizer não”!!

http://www.educamais.com.br

WhatsApp chat