Fonoaudiologia Programa Saúde Escolar

 

Fonoaudiologia Programa Saúde Escolar, desenvolvido pela Multy Saúde têm por objetivos: educar, orientar e identificar problemas na fala que acarretarão em alterações no aprendizado das crianças.

A Fonoaudiologia do Programa Saúde Escolar, assim como todo o programa, trabalha na promoção de saúde no Plano Básico, com Triagem Fonoaudiológica; Orientação aos pais e alunos; Palestras ou Atividades Lúdicas para conscientização da saúde e educação; Acompanhamento dos alunos; Reuniões e Encaminhamentos a outros especialistas, quando necessário, juntamente com a aprovação da coordenação; também se realiza Treinamento das berçaristas.

No Plano Plus, a Fonoaudiologia do Programa Saúde Escolar, abrange atendimentos mais individualizados, além do descrito no Plano Básico. Conta com Avaliação Fonoaudiológica e Terapias, quando necessário, de 30 minutos/semanais no consultório físico da Multy Saúde localizado na Rua Henry Potiron, 23 Freguesia do Ó, e quando observado a necessidade de terapias adicionais estas sessões tem valores diferenciados, ou seja, com desconto.

 

Conheça abaixo algumas das atividades realizada pela Fonoaudiologia do Programa Saúde Escolar:

Projeto “Tchau Chupeta e Mamadeira”

Prejuízos da mamadeira e da chupeta após os 2 anos

A fonoaudióloga e a dentista do Programa Saúde Escolar estão realizando um trabalho de orientação e lúdico sobre o uso da chupeta e mamadeira, com as crianças.

A chupeta nos primeiros meses da criança auxilia no desenvolvimento da  face e da região intra oral, mas com o uso da chupeta após os 2 anos de idade, faz com que a musculatura intra oral não passa a ser estimulada corretamente e isso pode atrapalhar o desenvolvimento da fala e da respiração. Mesmo nos casos em que a criança usa a chupeta só para dormir é prejudicial, pois pode fazer com que ela fique de boca aberta quando não está usando e pela posição que a chupeta fica na língua, pode ocorrer da criança movimenta-la incorretamente para falar alguns fonemas, como por exemplo a produção dos fonemas /s/ e /z/, que a língua pode ir pra frente.

Não podemos esquecer da mamadeira que faz o mesmo efeito.

Largar a chupeta / mamadeira não é fácil, primeiramente os pais precisam estar conscientes e preparados para aceitarem que seu filho(a) está crescendo e que essa é mais uma etapa do desenvolvimento deles. Os pais estando conscientes disso tornam as coisas mais fáceis, pois a angústia dessa perda é passada para a criança e, no primeiro resmungo que a criança der, os pais voltam a oferecer tanto a chupeta quanto a mamadeira.

Essa retirada é gradativa, primeiro se retira o que se acha mais fácil e o que a criança tem menos ligação e depois o mais difícil, mas com muita conversa e aos poucos, por exemplo diminuindo a quantidade de mamadeiras por dia ou a frequência do uso da chupeta, por exemplo chupando somente antes de dormir. Neste caso, segundo orientação da fonoaudióloga do Programa Saúde Escolar, logo que a criança dorme e a deixa cair, tentar fechar delicadamente a sua boca.

A chupeta é um hábito oral mais trabalhoso de se tirar, pois a criança ve-la como algo que faz parte dela, por isso o desapego se torna mais difícil.  As crianças precisam de um preparo para esse momento tão marcante. Só que cabe a nós entendermos e trazermos um conforto e uma segurança para a criança, de que este momento é difícil, mas aos poucos ela vai conseguir e que estamos todo o tempo ao lado dela.

Já com relação à mamadeira, pode-se troca-la por aqueles copos de transição, que possuem uma tampa com 3 furos e a criança pode ir junto comprar o copo do personagem que mais gostar.

Mas uma vez retirada a mamadeira, retira-se algumas semanas depois a chupeta.

Importante também é respeitar as fases da criança, como por exemplo retirada da mamadeira e da chupeta com desfralde, adaptação escolar, chegada da(o) irmão(ã).

Esse trabalho feito pela fonoaudióloga e a dentista do Programa Saúde Escolar visa explicar de forma lúdica quais são às alterações que ocorrem nos dentes, respiração, língua, lábios e fala. Depois as crianças assistem a um vídeo de um desenho lúdico contando para onde vão as chupetas e as mamadeiras quando as crianças as deixam de usar.

            Esperamos auxiliar nesta fase difícil para pais e crianças, mas muito importante do seu desenvolvimento e crescimento.

Os Atendimentos Fonoaudiológicos – Programa Saúde Escolar em Tempos de Coronavírus.

 

A fonoaudióloga da equipe Multy Saúde e responsável pelo setor de Fonoaudiologia do Programa Saúde Escolar do Colégio Beka, Dra. Ligia Stella Zito, fala sobre a importância da continuidade dos atendimentos em formato de Teleatendimento em época de pandemia pelo Coronavírus.

Segundo recomendação do Conselho Federal de Fonoaudiologia, permitiu que se fosse realizado atualmente em virtude da pandemia de COVID-19 o teleatendimeto, que na verdade foi denominado como teleconsulta e também foi permitido o telemonitoramento, segue a recomendação:

“Recomendação CFFa nº 19, de 19 de março de 2020

Art. 4º A fim de  garantir a continuidade e prestação de serviços de qualidade, considerando se, também, os impactos econômicos advindos do período da suspensão do atendimento presencial, o atendimento fonoaudiológico pode ocorrer por teleconsulta e telemonitoramento, de acordo com a Resolução CFFa nº 427, de 1º de março de 2013, conforme publicação do CFFa no dia 17 de março de 2020”. (fonte Conselho Federal de Fonoaudiologia).

Acredito que devido a toda esta fase complicada que estamos passando, o isolamento social é de suma importância para a saúde das pessoas e isso vem em primeiro lugar, mas estes pacientes que se encontram em  um processo terapêutico, não podem ficar sem ser atendidos e a tecnologia está aí para proporcionar a continuidade do trabalho.

Sempre antes dos meus atendimentos on-line, procuro organizar a atividade a ser aplicada para cada paciente e fazendo o trabalho pelo Programa Saúde Escolar do Colégio Beka, estou sempre passando dicas para os pais realizarem com os alunos em casa.

Em dupla com a colega fonoaudióloga Dra Rafaela A. Napolis Machado membro da minha equipe de Fonoaudiologia da Multy Saúde e responsável por alguns dos atendimentos do Programa Saúde Escolar, oferecemos a opção de teleconsulta para os pais e responsáveis das crianças que já estão em atendimento fonoaudiológico, que inclui:

 – Planejamento terapêutico: É passado aos pais e ou responsáveis os objetivos a serem atingidos em terapia fonoaudiológica e as estratégias que iremos utilizar;

– Chamada de vídeo com o pai ou responsável : Caso  ele não esteja no momento da teleconsulta para as orientações necessárias;

– Atendimento por plataforma tecnológica on-line que possibilita explorar todos os recursos visuais e auditivos.

 

 

 

Acredito muito que juntos somos mais fortes, essa fase irá passar é só seguirmos todas as orientações.

 

Atividade Fonoaudilógica na Quarentena Programa Saúde Escolar

 

No período de quarentena, a fonoaudiologia do Programa Saúde Escolar da Multy Saúde, está propondo semanalmente atividades para a estimular as crianças do Colégio Beka!  Aproveitando ainda a interação com a família!
Através de vídeos e dicas, os pais recebem orientações sobre a importância estimulação para a fala e aprendizado das crianças!

 

Confira:

 

Primeira Semana

 Através de um vídeo, a Dra Ligia falou sobre a  importância de estimular a fala das crianças se dá desde que quando são bebês e isso deve acontecer até o momento que esta pronúncia esteja correta.
No vídeo ela demostrou aos pais em atividades simples como pode auxiliar os filhos, sobrinhos, parentes ou conhecidos neste desenvolvimento.

WhatsApp chat